3 livros para os artistas cristãos

Sem dúvidas a melhor maneira de executarmos bem aquilo que Deus nos concedeu como missão é nos preparando para isso. Com os chamados que envolvem a arte não é diferente. 

Normalmente conhecidos por serem preguiçosos, os artistas cristãos costumam pecar por não buscar informações para melhorar a qualidade da sua arte ou até mesmo capacitar-se para lidar com os problemas que surgem dentro do ministério.

Pensando nisso, separamos três livros que vão te ajudar a conhecer mais sobre a sua vocação e (esperamos) incentivar você a fazer com excelência o chamado de Deus para a sua vida. 

cristi

1- Evangelho criativo?
Steve Turner

Talvez um dos livros mais importantes sobre arte cristã que já li. Steve Turner questiona de forma extremamente impactante o baixo padrão de excelência obtido pela igreja nas
artes e como isso impacta negativamente a nossa relação com o mundo.

O autor não apenas aponta o erro, mas também mostra o caminho para avançarmos, além de quebrar muitos paradigmas sobre a religiosidade que permeia a igreja quqando se fala se
arte.

Sinopse

‘Cristianismo criativo?’ é um livro que procura questionar a baixa qualidade na produção artística e cultural entre os cristãos e a necessidade de se estabelecer um novo
paradigma para aqueles que desejam expressar a sua fé por meio das artes e, assim, tornar-se mais relevante para a sociedade.

Imagine a arte que é arriscada, complexa e sutil. Imagine a música, os filmes, os livros e as pinturas da maior qualidade! Imagine a arte que permeia a sociedade, desafiando o
pensamento convencional e os padrões morais em sua essência!

Imagine tudo isso criado por cristãos! Cristianismo criativo? Será possível? A resposta para essa pergunta você encontrará neste livro. Para o autor, os cristãos devem confrontar a sociedade e a igreja, valendo-se do poderoso impacto que a arte pode causar. Turner acredita que a arte pode registrar fielmente a vida de pessoas comuns e, do mesmo modo, expressar a transcendência de Deus. Por isso, os cristãos devem se envolver em todos os níveis no mundo das artes e em todos os meios de comunicação possíveis.

Contudo, a arte e os artistas nem sempre foram considerados com grande estima por cristãos conservadores. Ao longo deste livro estimulante, Turner desenvolve uma tese instigante em que, se Jesus é Senhor de toda a vida e criação, então a arte não é algo ilícito aos cristãos. Pelo contrário, pode – e deve – ser uma forma de expressão da fé em palavras, sons e pontos de vista dispostos de modo criativo, gracioso e verdadeiro.

cor.jpg

2- O Coração do artista
Rory Noland

Livro obrigatório para quem lidera uma equipe de artes, seja louvor, dança, teatro e etc. De forma didática e franca, Rory Noland fala sobre os assuntos mais delicados (e
necessários) que um artista enfrenta.

Seja falando de ciumes, inveja, descompromisso ou qualquer coisa que pode vir a prejudicar a realização do seu chamado, esse livro traz exemplos claros e soluções para os
problemas que sondam a maioria das equipes de arte das igrejas. No final de cada capítulo você ainda encontra temas para “discussão em grupo” e metas de ação pessoal para
colocar em prática o que foi aprendido.

Sinopse

Com paixão e convicção, frutos de uma vida dedicada às artes, o ex-diretor de música da Willow Creek Community Church, Rory Noland, trata neste livro de assuntos como; serviço
x estrelato, excelência x perfeccionismo, o controle das emoções, o artista na comunidade, ciúme x inveja, assim como as disciplinas espirituais do artista.

‘O Coração do Artista’ é um livro escrito por um artista que trata, de maneira franca e com discernimento, de assuntos vivenciados por todos os envolvidos com o ministério de música e artes. Irá ajudá-lo a ter um melhor entendimento sobre você e seu lugar no Corpo de Cristo. Nele, você encontrará palavras de sabedoria e encorajamento, que o ajudarão a sobreviver a todos os desafios e, assim, alcançar as alegrias de um ministério ligado à música e às artes. O livro foi traduzido para nove diferentes línguas.

O prefácio é do músico e compositor Nelson Bomilcar.

far

4- Adoração extravagante
Darlene Zschech

Não existem dúvidas de que Darlene Zschech é um dos nomes mais importantes para a propagação do estilo louvor e adoração no mundo. Sua música “Shout to the Lord” é uma das mais tocadas no mundo semanalmente e transpassou a barreira do gospel.

Em seu livro “Adoração Extravagante” Darlene nos mostra como o seu relacionamento com Deus refletiu em músicas que tocaram milhares de pessoas mundialmente. Quando lançado, o livro começou um forte movimento conhecido como “Adoração extravagante” , porém poucos realmente absorveram as lições dadas por Darlene, o que causou uma certa aversão ao termo. Vale a pena dar uma lida no material e ver o que realmente é a “adoração extravagante” dita por Darlene.

Sinopse

‘Adoração Extravagante’ não é um livro que se resume a músicas ou canções, mas de devoção ao Salvador. Página por página, o leitor é levado a refletir sobre o seu relacionamento com Deus, de forma a enxergar se está ou não se prostrando, se está ou não se entregando e aceitando Seu poder no guiar de seu viver.

Anúncios